projetos

Projeto

(Português do Brasil) Comunicação e política na Era das redes sociais digitais: fatores que influenciam as formas de uso da internet por parte dos congressistas Brasileiros

gerar url de compartilhamento

"(Português do Brasil) Comunicação e política na Era das redes sociais digitais: fatores que influenciam as formas de uso da internet por parte dos congressistas Brasileiros"

(Português do Brasil) Um conjunto relevante de autores em Teoria Política indica um problema a afetar a legitimidade dos regimes democráticos contemporâneos: o poder de elaborar, discutir, legislar e executar as políticas de Estado estaria demasiadamente concentrado nas mãos dos representantes políticos. Ao conjunto mais amplo dos cidadãos pouco resta além de intervir quando da deputação dos mandatários, em períodos isolados. Como remediar tal dificuldade sem abrir mão do princípio da representação? A saída parece se encontrar na proposição de reformas em certos aspectos da representação política. Tomando este panorama, o projeto busca discutir de que maneira os mass media contribuem no sentido amenizar algumas das questões mencionadas. De maneira particular, são problematizados os modos pelos quais os media digitais e seus recursos tornam disponíveis novas ferramentas voltadas para a promoção de modificações nas práticas participativas. A primeira fase da pesquisa privilegiou a análise dos websites das lideranças parlamentares na Câmara dos Deputados.

Desta vez, o corpus empírico selecionado – os perfis de deputados e senadores brasileiros no Twitter (com uma ampliação em relação ao projeto anteriormente coordenado pelo proponente: agora, os Senadores também fazer parte do estudo) – será objeto de investigação tendo em vista quatro objetivos: (1) diagnosticar as abordagens participativas presentes nestas iniciativas, (2) compreender as motivações e constrangimentos a influenciarem o oferecimento ou não de recursos participativos no referido microblog, (3) avaliar os possíveis efeitos resultantes do emprego destes artifícios e (4) promover um cruzamento do perfil individual de uso dos media digitais por parte de cada parlamentar com os traços mais gerais encontrados nas bancadas. Além de tal expansão no corpus empírico, deve ser mencionado (como reflexo dos fatores “continuidade” e “aprofundamento”, dispostos nos critérios de julgamento) um outro avanço importante em relação às etapas anteriores do projeto: após arrolar os primeiros resultados das análises de dimensão quantitativa, mostra-se fundamental aprimorar os mecanismos metodológicos de exame qualitativo, a fim de que seja possível compreender o teor das mensagens publicadas nos perfis oficiais dos parlamentares.

Tal postura permite unir quantitativo e qualitativo, promovendo descobertas mais consistentes. Do ponto de vista metodológico, os perfis de Twitter serão examinados por meio de visita e monitoramento ao longo de período pré-determinado (utilizando-se o software de estatística e análise de regressão “R”); aplicação de tabela voltada para inventariar seguidos, seguidores e caráter discursivo das mensagens publicadas; elaboração de questionários e condução de entrevistas junto aos gestores das contas de Twitter, dentre outras estratégias.

 

Pesquisadores envolvidos:

Edna Miola
Emerson Urizzi Cervi
Isabele Batista Mitozo
Maria Paula Almada e Silva
Michele Goulart Massuchin
Andressa Butture Kniess
André Felipe Schlindwein
Camila Mont’Alverne Barreto de Paula Pessoa
Deivison Henrique de Freitas Santos
Ester Pepes Athanásio de Matos
Fellipe Herman
Jackeline Saori Teixeira
Mariane Nava
Paulo Ferracioli Silva
Pedro Henrique Moura Leite
Victor Hausen da Conceição