Notícias

Evento apresenta pesquisa sobre comportamento eleitoral em Salvador

29/11/2018 Por Rodrigo

 

 

 

Os interessados em conhecer o comportamento dos eleitores de Salvador nas redes sociais, durante a campanha presidencial de 2018, terão uma oportunidade única, no próximo dia 12 de dezembro, a partir das 9 horas, no auditório do Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital, no primeiro andar da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (Facom-UFBA). Na ocasião, serão divulgados os resultados de pesquisa domiciliar, realizada entre 12 e 23 de novembro, em Salvador, para investigar o uso de tecnologias digitais no processo decisório eleitoral, pelo eleitorado da capital baiana.

A pesquisa foi aplicada pela P&A Pesquisa e Análise, com base em questionário elaborado pela pesquisadora Rosane Santana, do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Política e Redes Digitais (CP-redes), do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (Facom/UFBA) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT-DD) e tem financiamento do CNPq.

Com 625 entrevistas domiciliares e margem de erro de 4 pontos para mais ou para menos, a pesquisa tem um índice de confiança da ordem de 95,5%. A amostra é baseada no documento “Estatísticas do Eleitorado Brasileiro 2018”, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e na distribuição da população prevista no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Lei Municipal 9069/2016).

Os resultados da pesquisa revelam o perfil sociodemográfico do eleitorado (sexo, idade, escolaridade, renda, religião, cor), consumo de mídias (TV, Jornais, Rádio etc.), acesso à Internet (local, frequência, dispositivos usados, objetivos etc.), uso de redes sociais (frequência de acesso a essas plataformas, assuntos compartilhados, participação política etc.), atitudes políticas (interesse político, preferência partidária, participação cívica etc.). Abrange as eleições majoritárias (presidente, governador e senadores) e proporcionais (deputados federais e estaduais).

A pesquisa dá prosseguimento às investigações de Rosane Santana iniciadas nas eleições presidenciais de 2014, que mereceram Menção Honrosa do Prêmio Antonio Lavareda 2015, pelo ineditismo metodológico no Brasil. Investiga, simultaneamente, o comportamento on-line e off-line do eleitor. A metodologia é baseada em estudos das cientistas políticas Terry Towner, de Oakland University, em Michigan (EUA), e Sara Vissers e Dietlind Stolle, do Centre for the Study of Democratic Citizenship (CSDC), de McGill University, Montreal, Canadá, que foram adaptados pela pesquisadora.